O BOCADO DO POBRE



  O Bocado do Pobre é um organismo contra a miséria material, moral e espiritual no mundo, que foi fundado pelo Pe. Giácomo Cusmano em Palermo, na Itália em 21 de fevereiro de 1867.
     "Per caritatem ad Fidem". À fé por meio da Caridade. Este é o lema que o Beato Giácomo Cusmano quis para si e para os seus seguidores e neste se revela e se realiza a mensagem de salvação que ele proclamou e realizou plenamente.
        Qual será o meio concreto e particularmente eficaz para realizar a união das diversas classes sociais? Qual o símbolo desta unidade? Um nobilíssimo e pio costume, já inculcado por São Francisco de Sales na Filotea e praticado na casa do Dr. Miguel de Franchis, íntimo amigo do Padre Cusmano, ofereceu-lhe aquele meio, fácil e ao alcance de todos.
        Encontrando-se um dia, à hora do almoço, na casa do amigo, pode assistir um gesto de rara caridade cristã: sentados em volta da mesa, todos os componentes daquela família colocavam, em um mesmo prato colocado no centro, um bocado do próprio prato. Tantos bocados amavelmente oferecidos e recolhidos ao final do almoço serviam para saciar a fome de um pobre que, entrando na sala, era assistido com religioso zelo pelos filhos do De Franchis. 
        Uma ideia brilhou, qual vívida luz, no jovem sacerdote: tantas famílias de condição abastada, na cidade de Palermo ou em outro lugar, com esta contribuição simples, mas diária, saciariam suficientemente muitos infelizes. E então, por que não começar a obra?
        A todos manifesta estes seus desígnios, especialmente a seu diretor espiritual, Mons. Turano. Este  consente que ele peça autorização ao Arcebispo de Palermo para iniciar seu trabalho. Com a permissão do Arcebispo e a bênção apostólica (Pio IX abençoa a nascente Obra a 05 de agosto de 1868), a Associação do Bocado do Pobre nascia oficialmente a 08 de dezembro de 1868.
        A palavra fascinante do Pe. Giácomo e a sua incomum virtude conquistaram-lhe seguidores e cooperadores, tanto sacerdotes como leigos.
        Foram elaborados e distribuídos folhetos apropriados, onde era representado Jesus cercado pelos ricos e pelos pobres, no gesto divino de distribuir ao pobre a caridade do rico.
        Com o tempo, para trabalhar  na Obra, Pe. Giácomo fundou primeiramente a Congregação das Irmãs Servas dos Pobres (23/05/1880) e depois os Irmãos Servos dos Pobres (04/10/1884) e por fim os padres Missionários Servos dos Pobres (21/11/1887).
        O Bocado do Pobre está presente em vários países, inclusive no Brasil, onde estão as Irmãs e os Missionários  Servos dos Pobres. Atualmente a Obra iniciada pelo Pe. Giácomo é conhecida como Associação Giácomo Cusmano. Os associados são leigos,  sacerdotes e consagrados que se empenham em viver o batismo seguindo o projeto apostólico de "caridade sem limites" do Beato Giácomo Cusmano.
       
Site dos Missionários Servos dos Pobres  - Brasil

← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Curtiu? Então Comente e Compartilhe!