VIDA CONSAGRADA


Algo de fundamental, essencial à vida e à santidade da Igreja, eis o que é a vida consagrada. É o estado de vida que se caracteriza por uma radicalidade assumida por alguns dos Cristãos, que têm a partir de então, a função de mostrar para a Igreja e para o mundo qual a Profundidade do amor de Deus (cf. Ef 3,18), bem como todas as implicações deste seguimento radical de Jesus Cristo, pela Profissão dos Conselhos Evangélicos.

Sendo consagrado, sei que não posso absolutizar este estado de vida, porém vejo como necessário salientar o quanto é frutuoso, tal vocação, na Igreja.
Percebe-se, que grande parte dos cristãos, reza pelas vocações, rezam para que brotem no coração dos jovens, o chamado para o seguimento radical à Cristo, porém, nota-se que é pela vocação do vizinho, por determinadas vezes, os pais sentem certo medo de que se desperte esse chamado nos seus filhos. Contudo, normalmente, os pais reagem com alegria à notícia de que um de seus filhos ou filhas resolve se casar e começar uma família. Em geral, apesar da secularização, com algumas reações desfavoráveis, acabam aceitando quando o filho anuncia a sua vocação sacerdotal. Porém, com relação à vida consagrada, em geral as reações costumam ser mais complexas. A maioria dos pais fica cismada porque um de seus filhos decidiu juntar-se a um instituto religioso de vida consagrada.
A vocação à vida consagrada é um chamado a uma relação única com Cristo, que vem da imitação dEle da maneira mais radical. Por exemplo, uma religiosa é uma mulher que combina amor tão íntimo de Cristo que, através dessa relação, torna-se capaz de ser uma mãe espiritual de pessoas nas situações mais diversas, e testemunha do absoluto de Deus. Uma Irmã pode "investir" seu coração e todo o entusiasmo para aqueles para quem rezar ou a quem ela é enviada, mediante o carisma recebido. A vocação à vida consagrada é um dom especial recebido de Deus dentro de um carisma do seguimento de Cristo casto, pobre e obediente. A pessoa consagrada é uma pessoa nomeada para uma maneira especial de seguir a Cristo e dar-lhe um coração verdadeiramente indiviso (cf. 1 Cor 7, 34). É alguém que, deixando tudo para estar com Cristo e segui-Lo mais de perto, como consequência dá-se de si mesmo para o próximo. Desde o início da Igreja, Deus dá às pessoas assim vocacionadas um carisma como vocação. Graças aos carismas diversos e ricos, a vida espiritual e apostólica, as pessoas consagradas tornam-se sinais de presentes incomuns e tesouros que Deus colocou no meio de nós. Elas nos recordam essa presença de Deus na história e na vida e nos ilumina com a vida de pobreza, castidade e obediência.
Contudo, Fiel e alegre a resposta a tal dom exige decidida busca da santidade. Além disso, requer sabedoria, disciplina e vigilância constante para permanecer em uma amizade mais cordial com Deus.  A vida consagrada e os conselhos evangélicos são um sinal claro da festa eterna da alegria que Deus tem preparado para aqueles que o amam.

Sejamos propagadores do reino e incentivadores das vocações, peçamos a Deus, a graça da santa perseverança, aos nossos religiosos e religiosas, e para que Maria, Mãe da Perseverança, possa passar também no meio de nossas famílias. 
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Curtiu? Então Comente e Compartilhe!