2015 - ANO DA VIDA CONSAGRADA




Papa Francisco proclamou 2015 como o ano da vida consagrada. Com isso, faz-nos voltar o olhar ao consagrados e consagradas à Deus que foram corajosos a responder ao chamado de Deus, procurando ser fiéis no seguimento radical de Cristo.
            Na carta apostólica do Papa Francisco às pessoas consagradas para a proclamação do ano da vida consagrada, fala-nos de três objetivos para esse ano: 1) O primeiro objetivo é olhar com gratidão o passado, ou seja os institutos de vida consagrada são convidados a olhar com o carinho para a sua história, vendo as suas origens e perceber como Deus foi agindo na história. 2) O segundo objetivo é que este ano chama-nos a viver com paixão o presente, a sermos guiados pelo Espirito, e Jesus deve nos perguntar: – “é verdadeiramente o primeiro e o único amor, como nos propusemos quando professamos os nossos votos? Só em caso afirmativo, poderemos – como é nosso dever – amar verdadeira e misericordiosamente cada pessoa que encontramos no nosso caminho, porque teremos aprendido d’Ele o que é o amor e como amar: saberemos amar, porque teremos o seu próprio coração”. 3) O terceiro objetivo é de abraçar com esperança o futuro, sabemos da dificuldades que se enfrenta na vida consagrada nas suas diversas formas, e a esperança de que falamos não se funda sobre números ou sobre as obras, mas sobre Aquele em quem pusemos a nossa confiança (cf. 2 Tm 1, 12).
            A expectativa do Papa é de que “onde houver religiosos, haja alegria”. Pois, a alegria é identidade do cristão, assim, se o cristão deve mostrar alegria, quanto mais os consagrados. Na Evangelii gaudium N.14, o Papa diz que “A Igreja não cresce por proselitismo, mas por atração” a vida consagrada só cresce, se as jovens e os jovens que nos encontram se sentirem atraídos por nós, se nos virem homens e mulheres felizes! De igual forma, a eficácia apostólica da vida consagrada não depende da eficiência e da força dos seus meios. “É a vossa vida que deve falar, uma vida da qual transparece a alegria e a beleza de viver o Evangelho e seguir a Cristo.
            Lembremos que o ano da vida consagrada, não se dirige somente aos consagrados, mas a toda a Igreja de maneira geral. Pois o que seria da Igreja sem São Bento e São Basílio, sem Santo Agostinho e São Bernardo, sem São Francisco e São Domingos, sem Beato Giácomo Cusmano e Francisco Spoto, em fim a lista seria enorme.
            Voltemos o olhar também, aos Consagrados e Consagradas de nossa paróquia, as Irmãs Claretianas que desempenham um apostolado muito bonito dentro seu carisma, os religiosos da nossa Congregação, os Missionários Servos dos Pobres que também dentro do seu carisma desempenham o seu apostolado, rezemos pelos nossos consagrados, os que passam por dificuldades, desânimos, que sejam perseverantes no seu santo chamado, sejam confortados pelo exemplo do crucificado e pelo apoio dos irmãos em cristo. Peçamos a Deus para que brote novas vocações. Tivemos nosso estágio vocacional, no final de 2014 e irão ingressar 4 jovens em nosso seminário em Joaçaba/SC. Mas que não pare por ai, pois sabemos que a messe é grande.

                                                                                      Ir. Genival dos Santos Araújo S.D.P.
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Curtiu? Então Comente e Compartilhe!