ANO DA VIDA CONSAGRADA: Abordagem da logo

Caro leitor, venho mais uma vez dirigir-lhe algumas palavras nesse ano corrente, agora, um pouco mais distante, em solo mineiro, precisamente em Igarapé/MG, onde será o nosso novo seminário. Atualmente está fazendo comunidade os Padres Francisco, Ricardo e Anoar e também os religiosos Irmão Marcelo, Irmão Thalisson e eu, Irmão Genival.
Visto que estamos no ano da vida consagrada, a reflexão que se segue irá se pautar justamente nessa temática. A reflexão de janeiro já abordei tal tema, tendo como alicerce a carta apostólica do Papa Francisco às pessoas consagradas para a proclamação do ano da vida consagrada. Agora, o objeto de estudo é a logo do ano da vida consagrada, onde será abordado o significado dos símbolos que compõe a arte. A explanação dos símbolos são de uma publicação do Mosteiro do Salvador.

LOGO que nos é oferecido para o ano da vida consagrada apresenta através de símbolos os valores fundamentais da consagração religiosa. Visualiza em seus elementos a “obra incessante do Espírito Santo, que ao longo dos séculos desenvolve as riquezas da prática dos conselhos evangélicos através dos múltiplos carismas e também por este caminho torna perenemente presente na Igreja e no mundo, no tempo e no espaço, o mistério de Cristo” (VC, 5). 
A paz representada com a imagem da pomba também sinal da presença do Espírito Santo é uma chamada à vocação da vida consagrada a ser exemplo de reconciliação universal em Cristo. E para nós, que seguimos a cristo guiadas pelo Evangelho segundo a regra de S. Bento, um incentivo a mais para cada dia “procurar a paz e segui-la”.
            As águas, formadas por peças de mosaico, indicam a complexidade e a harmonia dos elementos humanos e cósmicos que o Espírito faz «gemer» segundo os misteriosos desígnios de Deus (cf. Rm 8, 26-27) para que confluam no encontro hospitaleiro e fecundo que leva à nova criação. Entre as vagas da história a pomba voa sobre as águas do dilúvio (cf. Gn 8, 8-14). Os consagrados e consagradas no sinal do Evangelho desde sempre peregrinos entre os povos vivem a sua variedade carismática e diaconal como «bons administradores da multiforme graça de Deus» (1Pe 4, 10); marcados pela Cruz de Cristo até ao martírio, habitam a história com a sabedoria do Evangelho, Igreja que abraça e purifica todo o humano em Cristo
            Os elementos cósmicos, representados pelas três estrelas, nos convidam a sermos, com nossa vida e atitudes, luzes suaves que juntas refletem a Grande Luz do Mundo nos espaços desprovidos da iluminação necessária para que nasçam e cresçam as Sementes do Reino. Sermos luzes com nossas ações para que os que andam nas sombras encontrem a própria Luz.
            Contudo, percebemos que a logo vem carregado de significados, portanto, transmitindo um senso da vida religiosa, o que é o foco do ano, voltar o olhar à vida consagrada, isso não significa que se dirige exclusivamente aos religiosos (as) mas uma convocação a todo o povo de Deus a olhar para a vida religiosa consagrada. 
            Por fim, compartilho que em comunhão com a nossa congregação, aos 21 de fevereiro de 2015 na Paróquia Santo Antônio de Igarapé/MG os religiosos Ir.Genival Santos Araújo, Ir. Marcelo Miotto Souza e Ir. Thalisson Gapski renovaram por mais um ano os conselhos evangélicos, segundo as constituições dos Missionários Servos dos Pobres, nas mãos de Pe. Francisco A. Dos Anjos, que presidiu a celebração. Concelebraram também os Pe. Ricardo Ayala Velázquez e Anoar Rosseto. Na mesma celebração os Associados do Bocado do Pobre renovaram a sua Promessa.
                                                                                                 Ir. Genival dos Santos Araújo S.D.P.
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Curtiu? Então Comente e Compartilhe!